domingo, 20 de maio de 2012

DECLARAÇÃO DE LUCIANO LUCCI RAMOS SOBRE O FILME "A HISTÓRIA DA CASA DE YEMANJÁ"


O que motivou a escolha desse tema é que sempre fui fascinado pela cultura afro-brasileira com os seus orixás, rituais, mistérios e, em especial, por Yemanjá. Procurei buscar informações sobre o Orixá e tive a idéia de contar a história da Casa de Yemanjá que, desde 1919, era conhecida como“Casa do Peso”, onde se pesavam os peixes. Por isso existem diferentes versões sobre o primeiro presente para Yemanjá.


No ano de 1923 houve uma escassez de peixes e por isso os pescadores foram pedir ajuda à mãe-de-santo conhecida como mãe Julia, que consultou os búzios e sugeriu que eles oferecessem presentes à Yemanjá. Os pescadores assim o fizeram. Desde o começo até os dias de hoje, a festa de Yemanjá sofreu algumas modificações como a introdução de rodas de capoeiras e afoxés e a presença de praticantes de outras religiões, como a católica. A interatividade entre a religião católica e o Candomblé – sincretismo - é fato desde a chegada dos escravos ao Brasil, quando estes, proibidos de praticar a sua religião, acabaram sendo obrigados a associar os orixás africanos aos santos católicos. A mesma tradição reúne admiradores e adeptos em Havana, Cuba, no dia 8 de setembro. Portanto, as versões diferentes sobre o primeiro presente aguçaram a minha curiosidade.


Quanto ao filme-documentário, o seu processo de produção traz um aprendizado de composição escrita e habilidades de comunicação e expressão textual, além de exercitar relações interpessoais e comunicação e expressão orais. Possibilitando a aproximação das pessoas à cultura do candomblé, estimulará o interesse pela história da Casa de Yemanjá, e, em paralelo, pelas manifestações religiosas, facilitando o processo de difusão cultural. Realizei um filme-documentário que permita mostrar, de forma clara, a história da Casa de Yemanjá, como e quando foi criado esse espaço que se destina ao culto da imagem da Rainha das Águas.


CARTAZ DO FILME DOCUMENTÁRIO "A HISTÓRIA DA CASA DE YEMANJÁ" (2010)

FIGURA UTILIZADA NA FILMAGEM





É PROIBIDA A REPRODUÇÃO, TOTAL OU PARCIAL, DO CONTEÚDO DE TEXTO E FOTOGRAFIA, SEM PRÉVIA AUTORIZAÇÃO DO AUTOR DA OBRA. PROTEGIDO PELA LEI 9.610/98.