terça-feira, 10 de julho de 2012

PAÇO DA LIBERDADE POR LUCIANO LUCCI RAMOS


No inicio do século XX ainda se usava o termo “paço” para nomear alguns palácios da época por homiziar conselhos ou câmaras municipais. Com uma arquitetura incluindo elementos neoclássicos, e representação “art-nouveau” o prédio foi uma obra do engenheiro e prefeito Cândido de Abreu (1856-1919). Sua construção ocorreu de 1914 a 1916, localizado no antigo Largo do Mercado, assim surgiu o Paço Municipal que só em 29 de Março de 2009 contou com todas as peculiaridades externas do consagrado edifício. Foi restaurado e reinaugurado como “Paço da Liberdade” na Praça Generoso Marques, Centro de Curitiba. Vale ressaltar que é o único monumento do Paraná tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).  O paço serviu de sede da Prefeitura da capital do Paraná até 1969, contando também com o Museu Paranaense. Atualmente o espaço acolhe atividades culturais, palestras, exposições e cursos dividindo, nos seus quatro andares com: biblioteca, Sala de aula, Estúdio Pedagógico, Cine Pensamento, conferência, gravações de bandas independentes, sala pra acesso a internet, Laboratório de Artes Eletrônicas, apresentações artísticas e um elegante Café do Paço com entrada principal pela Praça José Borges de Macedo. Rumo a Fonte Maria Lata D’água com 60 centímetros de profundidade, inaugurada em 15 de maio de 1996 é uma reprodução da escultura “Água pro Morro”, no começo dos anos 40 de autoria de Erbo Stenzel.


Fotos: Luciano Lucci Ramos - Paço da Liberdade - Curitiba-PR







































Fotos Luciano Lucci Ramos


É PROIBIDA A REPRODUÇÃO, TOTAL OU PARCIAL, DO CONTEÚDO DE TEXTO E FOTOGRAFIA, SEM PRÉVIA AUTORIZAÇÃO DO AUTOR DA OBRA. PROTEGIDO PELA LEI 9.610/98.