terça-feira, 10 de junho de 2014

PRAVO ENGANO




O coração enganado, agoniza no peito, ardendo com o veneno da paixão devastadora. Universo, pelo poder dos astros. Suplico, aumente a minha fé. Que a redenção do clamor devaste o pravo da dor.
                                                 
                                                                                     Luciano Lucci Ramos

















Foto: Luciano Lucci Ramos


É PROIBIDA A REPRODUÇÃO, TOTAL OU PARCIAL, DO CONTEÚDO DE TEXTO E FOTOGRAFIA, SEM PRÉVIA AUTORIZAÇÃO DO AUTOR DA OBRA. PROTEGIDO PELA LEI 9.610/98.