quarta-feira, 11 de junho de 2014

O SORRISO DA FALSIDADE



Com o objetivo de dizimar o próximo ser humano com tramoias... O perigoso sorriso da falsidade é nauseante, cretino, enganador e traiçoeiro. Uma espécie de anestésico disfarçado para esconder o verdadeiro sentimento de cobiça à vista da felicidade, de outrem. O vacilo das vítimas é deixar as portas abertas da casa e do coração, acreditando na nefasta intenção do falso. Toda serpente muda de pele assim é a falsidade. As máscaras é um artefato que fazem parte do estilo da vida e do guarda - roupa do falso. Que cativa o sórdido prazer de jogar com os sentimentos alheios, manipulando pessoas contra pessoas, com o fundamento de satisfazer um doentio bel-prazer na causa da discórdia e açoitando intrigas. O prêmio de desmascarar a traição, é não sentir a falta do traidor, e sim o alívio com um sentimento de libertação. O justo é saber que mesmo despido de escrúpulos o peçonhento falso sucumbi e corrói a própria alma.
























Foto: Luciano Lucci Ramos


É PROIBIDA A REPRODUÇÃO, TOTAL OU PARCIAL, DO CONTEÚDO DE TEXTO E FOTOGRAFIA, SEM PRÉVIA AUTORIZAÇÃO DO AUTOR DA OBRA. PROTEGIDO PELA LEI 9.610/98.