sábado, 6 de agosto de 2016

RETIRO DA MINHA PROCURA




Meu amor!
Em qual estrela adormece?
O rastro do teu perfume acalenta minha alma.
Na escuridão da noite procuro por ti em cada estrela que brilha. 
Por que anjo adormece sem procurar-me?
Saibamos que somos o mesmo, corpo, a mesma alma!
O meu lamento surge com o esplendor, que apagam as estrelas causando o retiro da minha procura.
Amor, amor infinito, quero adormecer contigo.



                                                         Luciano Lucci Ramos






Fotos: Luciano Lucci Ramos

É PROIBIDA A REPRODUÇÃO, TOTAL OU PARCIAL, DO CONTEÚDO DE TEXTO E FOTOGRAFIA, SEM PRÉVIA AUTORIZAÇÃO DO AUTOR DA OBRA. PROTEGIDO PELA LEI 9.610/98.