terça-feira, 4 de julho de 2017

DOURADA AURORA


Dourada aurora na minha estrada.
Devoto amor para quem é digno dele.
Desprezo na poeira da minha trilha.
Amargo desleixo.
Seguindo em frente acolitando.
Aqueles que tanto almejo.


                                    Luciano Lucci Ramos



Foto: Luciano Lucci Ramos


É PROIBIDA A REPRODUÇÃO, TOTAL OU PARCIAL, DO CONTEÚDO DE TEXTO E FOTOGRAFIA, SEM PRÉVIA AUTORIZAÇÃO DO AUTOR DA OBRA. PROTEGIDO PELA LEI 9.610/98.

sexta-feira, 30 de junho de 2017

AGUDA INSÔNIA



Aguda insônia, adentra sem anúncio.
Abro-te portas e janelas para adormecer a sentinela.
Convido-te a retirar-se do meu álgido leito.
Peço-te tua ausência, libertando-me da tua presença.
Esquece-me no meu prelúdio, consinta-me devanear.


                                   Luciano Lucci Ramos




Foto: Luciano Lucci Ramos

É PROIBIDA A REPRODUÇÃO, TOTAL OU PARCIAL, DO CONTEÚDO DE TEXTO E FOTOGRAFIA, SEM PRÉVIA AUTORIZAÇÃO DO AUTOR DA OBRA. PROTEGIDO PELA LEI 9.610/98.

quinta-feira, 29 de junho de 2017

O RIO


Como um rio vou escorrendo
Na correnteza fui me perdendo
Na profundeza me encontro
Nas margens do doce rio eu sonho.
Entre campos, vales e florestas em desejos vou banhando.
O rio em afluentes d’agua brotam minhas lagrimas e meu pranto.
Transformando em branca cascata a esperança alcançada.
De alguém que amo tanto.
                               
                                   Luciano Lucci Ramos



Foto: Luciano Lucci Ramos


É PROIBIDA A REPRODUÇÃO, TOTAL OU PARCIAL, DO CONTEÚDO DE TEXTO E FOTOGRAFIA, SEM PRÉVIA AUTORIZAÇÃO DO AUTOR DA OBRA. PROTEGIDO PELA LEI 9.610/98.

terça-feira, 27 de junho de 2017

DESCANSO FELINO



Na minha calmaria, descanso o felino.
Atento a sua alma, sei quem és!
Não atente contra minha calidez.
No meu intento olhar, delimito sua afoiteza.

    
             
                                                                                     Luciano Lucci Ramos




Foto: Luciano Lucci Ramos

É PROIBIDA A REPRODUÇÃO, TOTAL OU PARCIAL, DO CONTEÚDO DE TEXTO E FOTOGRAFIA, SEM PRÉVIA AUTORIZAÇÃO DO AUTOR DA OBRA. PROTEGIDO PELA LEI 9.610/98.

segunda-feira, 26 de junho de 2017

MERAMENTE EU


Impermisto de alma, corpo adulto e pensamento nonagenário. Minutos, horas e segundos, na madrugada, há o encontro das estrelas com os raios solares. Luz do amor omnipotente, meramente eu.

                                   Luciano Lucci Ramos




Foto: Luciano Lucci Ramos


É PROIBIDA A REPRODUÇÃO, TOTAL OU PARCIAL, DO CONTEÚDO DE TEXTO E FOTOGRAFIA, SEM PRÉVIA AUTORIZAÇÃO DO AUTOR DA OBRA. PROTEGIDO PELA LEI 9.610/98.

sábado, 24 de junho de 2017

TRANSPARÊNCIA


Floresce sobre a água a transparência do amor.
Brota do sereno coração a pureza em flor.
Doce verde cristalina água, sacia a sede do sabor.
Candidez em mão molhada do sincero perfume do sublime valor.
Probo na alma com a generosidade de ser quem sou.

                             Luciano Lucci Ramos                               


Foto: Luciano Lucci Ramos


É PROIBIDA A REPRODUÇÃO, TOTAL OU PARCIAL, DO CONTEÚDO DE TEXTO E FOTOGRAFIA, SEM PRÉVIA AUTORIZAÇÃO DO AUTOR DA OBRA. PROTEGIDO PELA LEI 9.610/98.

sexta-feira, 23 de junho de 2017

AQUECIDO INVERNO




Bem-vindo aquecido inverno!
Inverno terno.
Regado de vinho a melodia do violino.
Lareira em rútilo fogo quente.
O sabor do chocolate em lábios congruente.
Fascínio pelo inverno, frio, chuva, neblina e branca neve.
Congelando confluente, enobrece o ausente.
Coração transpira de calor, a presença do teu amor.
Inverno no gélido cinza, sutil vento febril, nos uniu.
Soturno o senso de ausência, abrasador requinte da presença.

                                                 Luciano Lucci Ramos






Foto: Luciano Lucci Ramos
                                                                                              

É PROIBIDA A REPRODUÇÃO, TOTAL OU PARCIAL, DO CONTEÚDO DE TEXTO E FOTOGRAFIA, SEM PRÉVIA AUTORIZAÇÃO DO AUTOR DA OBRA. PROTEGIDO PELA LEI 9.610/98.

quinta-feira, 22 de junho de 2017

A EXTENSA BELEZA DE SALVADOR - EXPOSIÇÃO DE BOLSO XXII




A extensa beleza de Salvador capital da Bahia é impressionante, fundada como “São Salvador da Bahia de Todos os Santos” no ano de 1549, por Tomé de Sousa, foi a primeira capital do Brasil. A Bahia atrai turistas brasileiros e estrangeiros por sua cultura, credos e a alegria contagiante do povo baiano (característica do baiano). Com a mistura de raças e musicalidade a cidade é um festa em todos os sentidos. Com bairros que fazem histórias como: Campo Grande, Corredor da Vitória, Barra, Graça, Ondina, Rio vermelho, Lapinha, Nazaré, Costa Azul com a praia de Jardim de Alah, Praça da Sé, entre outros...  Destaco o tradicional bairro da Saúde, que conserva a nobreza do período colonial, com suas calçadas de pedras, casarões seculares e ar de imponência. O bairro da Saúde no Largo da Saúde, tem a Igreja de Nossa Senhora da Saúde e da Glória. Foi cenário de filmes, novelas e minissérie como “Dona flor e Seus dois Maridos.” Próximo ao colorido Pelourinho com seus museus, centros culturais e restaurantes. E o bairro Santo Antônio Além do Carmo, o reduto de escritores, músicos e artistas plásticos. E como não mencionar a Praça do poeta Casto Alves!?  Como poetizava o próprio: “A praça, é do povo como o céu é do condor...”. Feita em bronze pelo escultor italiano Pasquale De Chirico (1873-1943). A imagem de castro Alves tem 2,9 metros de altura e o monumento com altura total de 11 m. A estátua do poeta Castro Alves foi inaugurado em 6 de julho de 1923.  No ano de 1971, seus restos mortais foram transferidos para uma cripta na base da escultura. Com a Baía de Todos os Santos ao seus pés. Além de ser ponto central do Carnaval de Salvador com encontros dos trios elétricos. Como diz na composição da música do Morais Moreia, “Alegria, alegria é o estado que chamamos Bahia...”, pelas vias, através do meu Smartphone, registrei um pouco desse Axé.

CARMO

PRAÇA CASTRO ALVES



MONUMENTO CASTRO ALVES




PRAÇA DA SÉ - MONUMENTO CRUZ CAÍDA



MERCADO MODELO


ESTÁTUA DO ZUMBI DOS PALMARES - PRAÇA DA SÉ
    





PELOURINHO
















LARGO DA MARIQUITA NO BAIRRO DO RIO VERMELHO








JORGE AMADO



ZÉLIA GATTAI





PRAIA DE JARDIM DE ALAH







Foto: Luciano Lucci Ramos

É PROIBIDA A REPRODUÇÃO, TOTAL OU PARCIAL, DO CONTEÚDO DE TEXTO E FOTOGRAFIA, SEM PRÉVIA AUTORIZAÇÃO DO AUTOR DA OBRA. PROTEGIDO PELA LEI 9.610/98.