quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

LÁGRIMAS DE VIDRO



Debruçado numa mesa de vidro, trajado de vermelho, cai à tempestade com raios de dor e chuva de lágrimas. Sobre o vidro, o cristal dos sentimentos perdidos, rega com solicitude a esperança de ser acalentado por ti.

Luciano Lucci Ramos







É PROIBIDA A REPRODUÇÃO, TOTAL OU PARCIAL, DO CONTEÚDO DE TEXTO E FOTOGRAFIA, SEM PRÉVIA AUTORIZAÇÃO DO AUTOR DA OBRA. PROTEGIDO PELA LEI 9.610/98.