quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

CEREJEIRAS DO MEU SONHAR




Mesmo com as floradas das cerejeiras...

Mesmo com o doce das peras...
Mesmo com o transparente do véu...
Mesmo rodopiando no carrossel...
Mesmo com o dourado do mel...
Mesmo sem o amargo do fel...
Mesmo com todas as estrelas do céu...
Sem o azul turquesa do mar, não julgarei o meu sonhar.
                       
                                                       Luciano Lucci Ramos






Fotos: Luciano Lucci Ramos


É PROIBIDA A REPRODUÇÃO, TOTAL OU PARCIAL, DO CONTEÚDO DE TEXTO E FOTOGRAFIA, SEM PRÉVIA AUTORIZAÇÃO DO AUTOR DA OBRA. PROTEGIDO PELA LEI 9.610/98.