terça-feira, 7 de março de 2017

CAMPO DAS CAMOMILAS - EXPOSIÇÃO DE BOLSO IX





As Camomilas ainda balançam ao vento.
Exalando seu perfume no firmamento.
Os campos continuam...  Mesmo sem a tua presença, tão sereno!
No vale das camomilas, ficaram as lembranças.
Que brancas flores sentiram a sua mudança.
No sopro do vento, bailam as verdes folhas na sutileza da temperança.
Os campos continuam entre as montanhas, adejando os amarelos raios de sol.
Com a ventania da recordação, no campo das camomilas reluz o arrebol.
As camomilas abrandam a saudade do coração da eternidade.
O campo das camomilas diz adeus a sua majestade.


                                                            Luciano Lucci Ramos
































































Fotos: Luciano Lucci Ramos


É PROIBIDA A REPRODUÇÃO, TOTAL OU PARCIAL, DO CONTEÚDO DE TEXTO E FOTOGRAFIA, SEM PRÉVIA AUTORIZAÇÃO DO AUTOR DA OBRA. PROTEGIDO PELA LEI 9.610/98.