sábado, 17 de junho de 2017

50 ANOS DO FESTIVAL INTERNACIONAL DE MÚSICA POP MONTEREY - 17 DE JUNHO 1967 (DURANTE) - PARTE 02


Exatamente há 50 anos atrás mudava o rumo da cidade de Monterey, com 26.000 habitantes na época, situada a 160 km ao sul de San Francisco, Califórnia que Jimi Hendrix incendiou sua guitarra Fender Stratocaster, literalmente. No convite constava a singela frase “Use flores, seja feliz, traga sinos. Teremos um festival”. Dia 17 de junho de 1967 o Segundo dia do Festival Internacional de Música Pop de Monterey (Monterey International Pop Music Festival). Os jovens com suas indumentárias psicodélicas compareciam em cada apresentação numa sonora e colorida viagem lisérgica. Foram em torno de 90 mil pessoas. Era o auge da cultura psicodélica, o astral da moçada era tão tranquilo que o chefe de polícia de Monterey, Frank Marinello, dispensou parte dos policiais antes do evento terminar. As apresentações de Canned Heat, Big Brother and the Holding Company (com Janis Joplin), Country Joe and the Fish, Al Kooper, The Electric Flag, Quicksilver Messenger Service, Steve Miller Band, The Electric Flag, Moby Grape, Hugh Masekela, The Byrds, Laura Nyro, Jefferson Airplane, Booker T. & the MG's e Otis Redding.




SÁBADO, 17 DE JUNHO 1967



É PROIBIDA A REPRODUÇÃO, TOTAL OU PARCIAL, DO CONTEÚDO DE TEXTO E FOTOGRAFIA, SEM PRÉVIA AUTORIZAÇÃO DO AUTOR DA OBRA. PROTEGIDO PELA LEI 9.610/98.